Unificação

Unificação

Cursos em DVD

CURSOS COMPLETOS
- Energias alternativas, solar e eólica
- Física quântica
- Criação dos HoloCampos morfogenéticos
- Sustentabilidade com consciência
- Métodos de bio-construção e reuso de água

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Transformar energia térmica em energia elétrica.(Efeito Seebeck)

Mais um sistema alternativo de gerar energia elétrica, bem simples!
Vamos Inovar para uma não dependência do atual Sistema!
Vamos juntos criar novas soluções!
Vamos construir Uma Nova Visão!

Mostrar como se converte energia do calor em energia elétrica. Construir um termômetro termo-elétrico.
Descrição:
Em 1821, o físico alemão Thomas Seebeck descobriu que, juntando as pontas de dois fios de metais diferentes (ferro e cobre, por exemplo), e mantendo as junções em temperaturas diferentes, surgia uma corrente elétrica pelos fios.


Vamos reproduzir essa experiência. Use fios de cobre e ferro, sem encapamento. Enrole fortemente as pontas, formando junções cobre/ferro. Pode-se melhorar o contato entre os metais com um pingo de solda na junção. Coloque uma das junções dentro de um jarro com água e gelo. Encoste a outra junção na chama de uma vela. Ligue as pontas soltas dos fios de cobre a um medidor de voltagem ou corrente elétrica. Pode ser, por exemplo, seu medidor da Experiência Anterior. Observe que o medidor acusa uma pequena corrente. Apague a vela ou separe a junção da chama e observe como a corrente elétrica diminui.


Com esses arranjo, você pode fazer um termômetro. Mantenha uma das junções na mistura água-gelo que está a zero graus. Coloque a outra junção dentro de um recipiente com água destilada. Ponha um termômetro calibrado que possa medir temperaturas acima de 100 graus dentro da água nesse recipiente. Aqueça o recipiente em um fogão ou placa quente. À medida que a água for aquecendo, anote, simultaneamente, a temperatura medida no termômetro e a corrente do termopar. Depois, faça um gráfico mostrando a voltagem em funçào da temperatura. Esse gráfico será a calibração de seu termômetro termoelétrico.


Análise:
O efeito Seebeck relaciona diferenças de temperatura em diferente junções de metais com potenciais elétricos. Esse efeito é fraco para a produção de eletricidade, se comparado com geradores químicos ou mecânicos, mas é muito útil para medir temperaturas com boa precisão. Também é usado em aplicações especiais onde outros tipos de geradores são impraticáveis. Por exemplo, a sonda interplanetária Voyager 2, que fotografou Júpiter e outros planetas distantes, tinha um gerador termoelétrico. Uma das junções era aquecida por elementos radiativos. Esse foi o modo mais conveniente para gerar eletricidade pois baterias químicas seriam muito pesadas e descarregariam muito depressa. Painéis solares seriam inúteis pois o Sol estava muito distante. O gerador termoelétrico foi a melhor opção e, pode crer, ainda hoje está funcionando.
Material:
Fios de cobre, ferro, níquel e outros metais diversos.
Um medidor de voltagem ou corrente. Pode ser o galvanômetro da experiência anterior.
Um recipiente com água e gelo.
Uma vela.
Um aquecedor conveniente. Pode ser um fogareiro de acampamento ou um aquecedor elétrico.

25 comentários:

  1. Muito interessante e muito bem explicado meus parabéns Ivan show!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelo cometário e apreciação Julio!

      Excluir
    2. eu agradeço a vc amigo, por sua perseverança.e conhecimentos que fazem a diferença nesse mundo. Gratidão

      Excluir
  2. isso mudara tudo que conhecemos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelo comentário!
      Caso aprecie novos conceitos de geração de energia, veja também:
      http://newquantumage.blogspot.com.br/2013/05/engenheiro-do-ira-constroi-tecnologia.html

      Excluir
    2. Muito interessante seu trabalho.

      Excluir
  3. Parabéns!
    Usarei para o meu trabalho.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso, aprendo a cada dia ,e vejo que podemos mudar sim, só depende da atitude de cada um, Sair desse sistema, e aprender a descobrir capacidades diversas e soluções que farão mudar o paradigma .
    Gratidão e Parabens sempre

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Grato pelo comentário Combou e apreciação deste trabalho!Abraços.Ivan

      Excluir
  6. Muito interessante sua ideia, bem criativo! Tenho uma dúvida, quantos volts em média você conseguiu?

    ResponderExcluir
  7. Grato pelo comentário!Em media, dependendo do tipo de material e diferença de temperatura, consegui cerca de 1,5 a 2 Vdc poe "célula".

    ResponderExcluir
  8. Se eu consegui se uma diferença de 50 graus pra criar 1.2v qual o melhor material

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Ivan, por compartilhar seu conhecimento técnico nesta área. É muito importante, principalmente nos dias de hoje, onde as pessoas são cada vez mais dependentes de tecnologias complexas. Um grande abraço. Aldo

    ResponderExcluir
  10. Olá, estou desenvolvendo o projeto de montar uma placa solar com materiais recicláveis para uma feira de ciências. Até então, nenhum problema todavia, eu não faço a mínima ideia de como posso transformar a energia térmica acumulada pela placa em energia elétrica. Alguma sugestão?

    ResponderExcluir
  11. Olá, estou desenvolvendo o projeto de montar uma placa solar com materiais recicláveis para uma feira de ciências. Até então, nenhum problema todavia, eu não faço a mínima ideia de como posso transformar a energia térmica acumulada pela placa em energia elétrica. Alguma sugestão?

    ResponderExcluir
  12. Grato pelo comentário!
    Sugiro que use o aquecimento gerado pela placa para aquecer agua, para fazer uma placa híbrida,que gere energia elétrica (fotovoltaica) e aquecimento.Com isso irá diminuir a temperatura da placa e aumentar a eficiência fotovoltaica, além de aquecer agua.Espero ter ajudado!

    ResponderExcluir
  13. boa tarde, podia explicar, se souber, transformações de energia com o gerador termopares?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelo comentário!Os termopares seriam melhor para fazer medições de temperatura.
      Para a geração de energia poderá utilizar barras de cobre submetendo as extremidades a temperaturas diferentes, gerando assim uma diferença de potencial.Poderá pesquisar mais aqui:
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Efeito_Seebeck
      Espero ter ajudado!

      Excluir
  14. seria possível montar um ciclo onde instalado um dispositivo de resfriamento e um dispositivo de aquecimento e que esses dispositivos sejam alimentados pela própria energia gerada através dessa conversão?

    ResponderExcluir
  15. Grato Rodolfo pelo comentário!Nesse caso a realimentação não funcionariam pois as perdas iriam parar o sistema.Porem poderá usar a energia do Sol e do resfriamento noturno!Abraços e espero ter ajudado!

    ResponderExcluir